Acompanhamento personalizado de noivos: uma experiência pré-matrimonial

Diocese de Rio Grande recebe formação sobre itinerário de fé que pode ser oferecida aos noivos antes do matrimônio 💕

A preparação para o matrimônio é uma das atividades que mais exigem o envolvimento da Pastoral Familiar na vida das comunidades Brasil afora. Seja nos chamados cursos de noivos ou nas propostas mais estruturadas da preparação remota, próxima e imediata do Setor Pré-Matrimonial. No último dia 16, a diocese de Rio Grande (RS) recebeu a formação sobre o acompanhamento personalizado de noivos, uma experiência que acontece no regional Oeste 1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) há 12 anos.

O secretário executivo da Comissão Nacional da Pastoral Familiar (CNPF), padre Crispim Guimarães, assessorou um grupo de agentes da diocese gaúcha para apresentar a proposta de “itinerário de fé” que pode ser utilizado no acompanhamento personalizado de noivos.

Este acompanhamento ocorre durante oito meses e está baseado em conteúdos bíblicos e doutrinais, no acolhimento e na relação fraterna que se estabelece entre a Igreja, por meio do casal acompanhante ou o padre, e o casal acompanhado, os noivos, e os familiares. “O Itinerário que é vivencial, parte da existência, onde se atrai a presença de Jesus no meio”.

“Acreditamos que esta nova preparação personalizada irá enriquecer não só os próprios noivos, como também nós casais, no nosso crescimento pessoal”, afirmou o casal Paulo e Maria Regina Freitas, responsável pelo Setyor Pré-Matrimonial de Catequese na diocese de Rio Grande.

Paulinho e Nice Fonseca, que também estiveram no encontro, atuam com casais há 28 anos. Para eles, o material apresentado pelo padre Crispim ajudou a enriquecer e aprofundar os conhecimentos e estudos que são utilizados para trabalhar com os noivos, como a espiritualidade, “para que realmente eles tenham o casamento embasado sobre a rocha”.

O casal se entusiasma também pelo itinerário ser uma forma de fortalecer a vivência da fé nos casais e favorecer sua presença na Igreja. “Que a gente possa ganhar mais casais trabalhando pelo Reino de Deus, trabalhando por outras famílias, porque, assim como nós nos apaixonamos um dia através do encontro de noivos estamos até hoje nessa caminhada cristã, temos certeza que, com este aprofundamento que nós casais estamos tendo, vamos saber cativar e preparar melhor essas novas famílias e com isso elas continuarão conosco a serviço da evangelização”.

Com um relato sobre a experiência que o fez assumir o compromisso de acompanhar um casal na diocese de Dourados (MS), após ser resistente ao chamado, padre Crispim se viu auxiliando dezenas de homens e mulheres que se preparavam para o sacramento do matrimônio.

Um dia, rezando, concluiu que ali tinha o dedo do Espírito. Enquanto muitos reclamam de cursos, formações que tomam tempo – num mundo corrido como o nosso -, outros procuravam exatamente o contrário: deixar-se acompanhar por oito meses, e mais, pessoas que não tinham vida eclesial consistente, até as mais engajadas em pastorais e movimentos começaram a procurar”.

Padre Crispim Guimarães

Este relato do padre Crispim e o itinerário de fé proposto para a preparação ao matrimônio estão reunidos em um livro que deve ser lançado no próximo Simpósio Nacional das Famílias, que será realizado no dia 23 de maio, em Aparecida (SP).

Na publicação, serão apresentados requisitos para os casais acompanhantes, as motivações para o “itinerário vivencial dos conteúdos da fé, em vista do Matrimônio”, além de roteiro para cada encontro, com sugestões de passagens bíblicas, orações e atividades.

Autor: Pastoral Familiar

Compartilhar esta matéria no

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.