Aconselhamento familiar tem ajudado casais a superar dificuldades no relacionamento

Acolher, escutar e esclarecer, com descrição e no sigilo. É este o compromisso do Serviço de Aconselhamento Familiar (SAF) implantado há quase um ano na arquidiocese de Florianópolis (SC). Com a ajuda de casais voluntários, o grupo presta atendimento gratuito a famílias que passam por dificuldades no relacionamento conjugal e familiar. O atendimento ocorre de segunda a quinta-feira, com horário agendado, na sede do SAF instalada na catedral metropolitana.

Os casais voluntários que oferecem atendimento recebem formação de quatro meses. São capacitados sobre diferentes temas que vão da teologia e psicologia do matrimônio até assuntos ligados à bioética, moral sexual, métodos naturais de controle de natalidade e Direito Canônico. Hoje, atuam no Serviço 34 voluntários formados pelo Curso de Extensão em Aconselhamento Familiar (CEVF).

Apoio às famílias

O Serviço de Aconselhamento Familiar é um projeto idealizado pela Comissão arquidiocesana de Vida e Família, por iniciativa do arcebispo local, dom Wilson Tadeu Jonck. Em abril de 2013, tiveram início os trabalhos, a partir do Curso de Formação com a coordenação de padre Hélio Luciano e a participação de mais de 30 casais de movimentos, pastorais e paróquias.

O casal coordenador do SAF, Mario Prisco Paraíso e Sarita, relata que nos primeiros meses da atividade, diversas famílias foram atendidas, com resultados positivos. Outro fator constatado é que o Serviço tem ajudado, além de diferentes conflitos familiares, casais em fase de separação a retomaram o relacionamento de forma mais equilibrada.

“As pessoas saem dos atendimentos mais felizes e buscando em Deus a força necessária para prosseguirem as suas caminhadas. Os principais relatos são de problemas conjugais; vícios de álcool e outras drogas; divergências sobre valores morais e religiosos; desemprego e dificuldade de sustentar a família; além da falta de diálogo e isolamento dentro do próprio lar”, explicam Mario e Sarita. Os coordenadores comentam que a maior procura nos atendimentos é por pessoas com dificuldades no relacionamento familiar e conjugal que desejam ser ouvidas e acolhidas. Com isso, tem minimizado o número de divórcios na comunidade.

Formando voluntários

Com o sucesso da atividade, a Comissão Arquidiocesana para a Vida e a Família (CAVF), em parceria com a Faculdade Católica de Santa Catarina (FACASC) criou o Curso de Extensão em Aconselhamento Familiar, com aulas gratuitas, num total de 60 horas. A formação conta com assessoria de professores mestres e doutores, especialistas, médicos, teólogos, que ministram as disciplinas como “Panorama da família”, “Teologia do matrimônio”, “Moral sexual e bioética”, “Métodos Naturais de controle de natalidade”, “Formação Espiritual para a família”, “Pós-matrimônio e crises conjugais”, “Bioética”, entre outras abordagens.

De acordo com o casal coordenador da CAVF, Eluiza e Nilo Momm, a Comissão arquidiocesana para a Vida e a Família pretende implantar um escritório de Aconselhamento Familiar em todas as comarcas da arquidiocese de Florianópolis, por isso, a necessidade de formar mais voluntários para o atendimento das famílias. “O curso proporciona esta formação específica garantindo, assim, uniformidade de conhecimentos”, explica a coordenação.

Contato:

Serviço de Aconselhamento Familiar (SAF)

Atendimento: de segunda a quinta-feira, das 9h às 20h (com agendamento).

Local: Catedral Metropolitana

Contato: (48) 3224.3357

Autor: PastoralFamiliar

Compartilhar esta matéria no

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.