Casal em segunda união lança livro com sugestões para uma vida a dois plena e atuante

Com o intuito de mostrar aos casais em segunda união que é possível viver nesta condição e, ainda, caminhar, de forma plena e atuante, de acordo com os princípios da Igreja Católica, o casal – também em segunda união – João Bosco Oliveira (74 anos) e Aparecida de Fátima Fonseca Oliveira (54 anos) lança o livro “Casais em Segunda União – Uma Visão Pastoral”, publicado pela Editora Paulus.
Casado com Aparecida há 25 anos – 13 deles sacramentados pela Igreja –, João Bosco revela que “Casais em Segunda União” abre a visão dos leitores sobre o fato de que a Igreja acolhe a todos, desde que cada um assuma as consequências decorrentes de suas escolhas.
“Para tornar um segundo casamento sacramentado diante da Igreja, é preciso que os ex-cônjuges venham a falecer ou que a Igreja, por meio da análise e decisão do Tribunal Eclesiástico, conceda a nulidade dos casamentos anteriores”, explica. Mas e se a segunda união não for sacramentada? “É preciso que o casal viva de forma responsável e foque seu relacionamento na unidade, na fidelidade e na indissolubilidade”, destaca o autor. Promotor de Justiça João Bosco é formado em Direito pela Universidade Católica de Campinas e Fátima, pela Faculdade Anchieta de Jundiaí-SP. Além de advogados, eles integram a Pastoral de Casais em Segunda União da Diocese de Jundiaí.
Na Pastoral – De acordo com João Bosco, a publicação – fruto de vasta experiência adquirida e de muita pesquisa e estudo – contém a maioria das informações transmitidas também por intermédio da Pastoral. “Como Dom Amaury Castanho costumava dizer, enquanto bispo local, a Pastoral – criada em Jundiaí – nasceu como uma solução e não como um problema para a Igreja Católica. Aliás, esta é uma das únicas pastorais que objetiva contribuir com a diminuição progressiva do número de seus integrantes, já que desejamos que cada vez menos casais se separem e venham a formar segundas uniões”, enfatiza o autor. Ele acrescenta que dos quatro mil grupos de casais em segunda união existentes no Brasil, 52 pertencem à Diocese de Jundiaí.
Segundo João Bosco, este livro – o nono publicado pelo casal – levou cerca de um ano para ser finalizado. “Consultamos de 150 a 200 obras diferentes, pois é uma grande responsabilidade retratar este tema, tendo como base os preceitos da Igreja”, pondera o autor.
Comunhão espiritual – Entre os diversificados assuntos abordados em Casais em Segunda União, está a questão da comunhão espiritual e o valor deste sacramento. “Como a maioria dos casais em segunda união não recebe o Corpo de Cristo em espécie, eles são convidados a receber a Comunhão de maneira espiritual, a fim de pedir forças a Deus para trilharem suas trajetórias, tendo como base os ensinamentos divinos”, esclarece o autor.
Além deste tema, o livro trata das esperanças, os anseios e as conquistas dos casais em segunda união, assim como os princípios, critérios e a dinâmica desenvolvida pela Pastoral. “Esperamos que esta obra sirva apenas como base de consulta, como um primeiro passo em direção a uma extensiva e exaustiva caminhada”, projeta João Bosco.

RENATA REITER

Autor: PastoralFamiliar

Compartilhar esta matéria no

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.