Consumir e distribuir pílula abortiva leva a excomunhão, diz Arcebispo brasileiro

Dom José Cardoso Sobrinho, Arcebispo de Olinda e Recife (Brasil)
BRASILIA, 25 Jan. 08 / 12:00 am (ACI).- O Arcebispo da Arquidiocese de Olinda e Recife, Dom José Cardoso Sobrinho, criticou duramente uma campanha de distribuição maciça da “pílula do dia seguinte” anunciada pelas autoridades locais em vistas ao próximo carnaval, e advertiu que as pessoas que usam a pílula abortiva são passíveis de ser excomungadas.

A prefeitura de Recife anunciou que, como resultado da grande quantidade de “sexo casual” que ocorre durante os dias do Carnaval, a “pílula do dia seguinte” será distribuida massivamente, além do milhão de preservativos que se distribuem durante os dias das celebrações que precedem à Quarta-feira de Cinzas.

Nesta quinta-feira, Dom Cardoso assinalou que a distribuição da pílula “do dia seguinte” que tem efeitos abortivos “é aberrante e ilegal”, pois no Brasil o aborto é ilegal.

O Prelado assinalou que a Arquidiocese pensa apelar perante a justiça a decisão da prefeitura, mas advertiu além que aqueles que a consomem, são passíveis de ser excomungados.

“Esta política é iníqua, e constitui uma atitude imoral, e neste caso, tanto quem a utiliza como quem promove seu uso está cometendo um crime passível de excomunhão”, disse Dom Cardoso.

O Arcebispo também anunciou que vai enviar orientações aos sacerdotes das paróquias da Arquidiocese para que instruam aos fiéis na homilia dominical.

 
 

Autor: PastoralFamiliar

Compartilhar esta matéria no

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.