II Marcha Nacional da Cidadania pela Vida

II Marcha Nacional da Cidadania pela VidaNo ano passado realizou-se a 1ª edição da Marcha Nacional da Cidadania pela Vida , promovida pelo Movimento da Cidadania Brasil Sem Aborto, que reuniu  cerca de 20 mil pessoas na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. A expectativa para a 2ª edição no dia 10 de setembro, com concentração a partir das 15 hs, em frente à Rodoviária do Plano Piloto, é dobrar este número.

Para a edição deste ano uma novidade será a abertura da Marcha por 4 alas com camisetas nas cores da bandeira do Brasil, apresentando temas relativos à defesa da vida, tais como: 1ª ala – Deixe-me Nascer – tema: Sou Ser Humano desde a Concepção; 2ª ala – Mulheres pela Vida – tema: A maternidade exige respeito e dignidade; 3ª ala – família pela Vida – tema: família, lugar de acolhimento da Vida e 4ª ala – Pela Vida, pela Paz – tema: O maior destruidor da Paz é o Aborto.

Este evento conta com o apoio de entidades nacionais como a Rebrates (Rede Brasileira do Terceiro Setor); Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) através do Setor Vida e Família, Federação Espírita Brasileira (FEB), Fórum Evangélico Nacional de Ação Social e Política (FENASP). No Distrito Federal o apoio da Arquidiocese de Brasília tem sido fundamental para a mobilização dos agentes das pastorais e das comunidades católicas. A Federação Espírita do Distrito Federal e o Conselho de Pastores do Distrito Federal também somam muito no trabalho de mobilização para este evento popular cujo objetivo é conscientizar a população contra a legalização do aborto.

Para o Coordenador Geral da Marcha, Jaime Ferreira Lopes, a organização permanente do povo é fundamental não só para impedir que o aborto seja descriminalizado em nosso país, como também para construir uma cultura de defesa da vida. A proposta do Movimento Brasil Sem Aborto é realizar esta Marcha todos os anos e com isso coloca-la no calendário nacional de todas as instituições e entidades que lutam pelo mais fundamental de todos os direitos humanos, o direito à vida do nascituro.

Algumas caravanas estaduais estão sendo organizadas para estar presentes neste evento tão significativo para o fortalecimento da luta em defesa da vida.

Todos são convidados a participar desta grande manifestação, pois atuar em favor da vida é contribuir para a renovação da sociedade através da edificação do bem comum. Só o respeito pela vida pode fundar e garantir bens preciosos e necessários à sociedade como a democracia e a paz. De fato, não pode haver verdadeira democracia, se não é reconhecida a dignidade de cada pessoa e não se respeitam os seus direitos.

Autor: PastoralFamiliar

Compartilhar esta matéria no

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.