Nordeste 2: objetivo é Pastoral Familiar vigorosa e atuante

A Pastoral Familiar no regional Nordeste 2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) realizou sua 21ª Assembleia Regional, no Centro Pastoral Dom Wagner, na diocese de Caicó (RN), entre os dias 15 e 17 de novembro. Na ocasião, foi aprovado o Plano Pastoral Missionário para o período de 2020 a 2023. Em sintonia com as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil, o plano indica em seu objetivo a ideia de “uma pastoral vigorosa e atuante”.

“Ser uma pastoral vigorosa e atuante, indo ao encontro das necessidades das famílias de nosso Regional, no estado em que se encontram, com a finalidade de evangelizá-las, em um Brasil cada vez mais urbano, pelo anúncio da Palavra de Deus, formando discípulos e discípulas de Jesus Cristo, em comunidades eclesiais missionárias, à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres, cuidando da Casa Comum e testemunhando o Reino de Deus rumo à Plenitude”.

Objetivo do Plano Pastoral e Missionário da Pastoral Familiar do Regional Nordeste 2

Formação, trabalho integrado, encontros, organização estrutural, práticas metodológicas de evangelização e celebrações foram alguns dos apontamentos das ações que serão realizadas. Nos próximos quatro anos, serão enfatizadas iniciativas relacionadas aos pilares do pão, da palavra, da caridade e da missão.

Foto: Pastoral Familiar NE2

O encontro reuniu o bispo referencial da Pastoral Familiar no Regional, dom Dulcênio Fontes de Matos, bispo de Campina Grande (PB), assessores eclesiásticos e agentes das 18 arqui/dioceses do Nordeste 2 (Natal, Mossoró, Caicó, Paraíba, Guarabira, Campina Grande, Patos, Cajazeiras, Olinda e Recife, Nazaré, Palmares, Caruaru, Garanhuns, Floresta, Salgueiro, Palmeira dos Índios, Penedo e Maceió).

A primeira temática apresentada aos participantes foi a motivação para o trabalho da Pastoral Familiar em 2020: “A Eucaristia na vida da família” e o lema “Todos os fiéis viviam unidos e tinham tudo em comum”. Aprofundou a reflexão o bispo referencial, dom Dulcênio.

No segundo dia de Assembleia, o reitor do Seminário Diocesano de Caicó, padre Alysson Bruno, falou sobre as novas Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil, aprovadas pela CNBB no último mês de maio. Relacionando o tema ao trabalho da Pastoral Familiar, foi proposta a divisão dos presentes em grupos para a discussão de propostas de ações a partir dos quatro pilares nos quais estão estruturadas as diretrizes (pão, palavra, caridade e missão).

Atividade em grupo durante a Assembleia | Foto: Pastoral Familiar NE2

Na missa que abriu os trabalhos no terceiro dia de encontro, o bispo de Caicó, dom Antônio Carlos, destacou a missão da Pastoral Familiar, de “ir ao encontro das famílias que estão nas periferias existenciais, geográficas e sociais”.

Durante a assembleia, foram vivenciados momentos de espiritualidade, formação, planejamento, confraternização, partilha da situação da pastoral e informes sobre as ações do próximo ano.

Autor: Pastoral Familiar

Compartilhar esta matéria no

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.