Padre Márcio Tadeu: sustento da família na fé e o vício em dopamina

O sustento da família na fé deve passar pela perseverança e isso é está relacionado a hormônios. É o que partilhou o padre Márcio Tadeu, da diocese de Votuporanga (SP), que é professor de Teologia e Bioética e apresentador de TV, durante o programa Hora da Família da última terça-feira, 5 de maio.

O bispo de Rio Grande (RS) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Ricardo Hoepers, propôs como tema para a live transmitida na página da Pastoral Familiar no Facebook “Família sustentada pela fé”. A reflexão passou pela realidade de famílias desnutridas espiritualmente e pela necessidade do sustento na fé passar pela perseverança.

Em sua resposta, padre Márcio relacionou estas questões por que passam as famílias com o “vício com a dopamina”, hormônio do cérebro que faz relaxar diante de uma vitória: “A dopamina só vem com o sucesso”. Com as facilidades que as tecnologias possibilitam, por exemplo, as pessoas “não aprendem mais a lidar com as frustrações. Absolutamente viciadas na dopamina: muda a página, muda a amizade, a maquiagem…”

É necessário, portanto, fazer o corpo liberar outro tipo de hormônio, a endorfina, relacionado à perseverança. “É fruto de uma experiência de exercício. Ela independe do sucesso. O cara perdeu a corrida, ele está cheio da endorfina. Estamos com falta de endorfina e excesso de dopamina”.

Segundo padre Márcio, “a fé precisa de uma dificuldade”. E neste contexto aparecem realidades antagônicas que fazem esquecer do processo da cruz e aparecem “promessas de Deus na tua vida”, como uma “injeção de dopamina, inclusive na fé”, o que “não está dentro da nossa realidade cristã, que não está dentro da cruz”. 

Para sustentar a família na fé, segundo padre Márcio, é preciso educar as famílias para “enfrentarem o processo de construção realmente catecumenal da fé, de abnegação do que não é de Deus, do esforço diário que a gente começa a fazer de manhã quando diz por hoje não ao meu egoísmo, para chegar ao final do dia com endorfina e não dopaminado com promessas vazias”.

Confira a live Hora da Família do dia 5 de maio na íntegra:

Hora da Família

Pastoral Familiar CNBB

Publicado por Pastoral Familiar_CNBB em Terça-feira, 5 de maio de 2020

Autor: Pastoral Familiar

Compartilhar esta matéria no

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.