Papa nomeia Comissão para reforma do processo matrimonial

foto_matri_vaticanoCom a proposta de simplificar os procedimentos do processo matrimonial canônico, o papa Francisco instituiu, no dia 27 de agosto, uma Comissão para cuidar desta atividade, composta por bispos, padres e professores.

Na semana passada, a Sala de Imprensa da Santa Sé informou a nomeação do decano do Tribunal da Rota Romana, dom Pio Vito Pinto, como presidente da Comissão para reforma do processo matrimonial. No comunicado consta que “os trabalhos da Comissão iniciarão quanto antes e terão como objetivo preparar uma proposta de reforma do processo matrimonial, procurando simplificar procedimentos, tornando-os mais ágeis e salvaguardando o princípio da indissolubilidade do matrimónio”.

Membros

Esta Comissão é composta pelos seguintes membros: cardeal Francesco Coccopalmerio, Presidente do Pontifício Conselho para os Textos Legislativos; dom Luis Francisco Ladaria Ferrer, secretário da Congregação para a Doutrina da Fé; dom Dimitrios Salachas, Exarca Apostólico para os católicos gregos de rito bizantino.

Também farão parte desta Comissão o rev. Mons. Maurice Monier, Leo Xavier Michael Arokiaraj e Alejandro W. Bunge, prelados auditores do Tribunal da Rota Romana; o rev. Nikolaus Schöch, O.F.M., promotor Substituto do Supremo Tribunal da Assinatura Apostólica; o rev. padre Konštanc Miroslav Adam, OP, reitor da Pontifícia Universidade de São Tomás de Aquino (Angelicum); o rev. padre Espinoza Jorge Horta, OFM, decano da Faculdade de Direito Canónico da Pontifícia Universidade Antonianum; e o professor Paolo Moneta, ex-professor de Direito Canônico na Universidade de Pisa.

Assessoria de Imprensa CNPF com imagem e informações ACIDigital.

Autor: PastoralFamiliar

Compartilhar esta matéria no

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.