Vaticano: 185 participantes em consistório extraordinário sobre a família

LusaO Vaticano anunciou participação de 185 cardeais ou futuros cardeais no consistório extraordinário que decorre entre hoje e amanhã, uma iniciativa convocada pelo Papa para uma “reflexão sobre a família”.
A reunião vai contar com a presença dos três cardeais portugueses, D. José Policarpo, D. José Saraiva Martins e D. Manuel Monteiro de Castro.
O diretor da sala de imprensa da Santa Sé disse aos jornalistas que os trabalhos vão começar às 09h30 (menos uma em Lisboa), com a saudação do cardeal Angelo Sodano, decano do Colégio Cardinalício, e uma intervenção do Papa Francisco.
Após a intervenção do Papa vai ser apresentada uma conferência inicial pelo cardeal Walter Kasper, presidente emérito do Conselho Pontifício para a Unidade dos Cristãos, que está “reservada aos participantes”.
Ao longo dos dois dias de reunião estão previstas outras intervenções, num grupo que inclui os prelados que vão ser criados cardeais pelo Papa Francisco, este sábado, no primeiro consistório do seu pontificado.
A reflexão sobre a família inclui-se na preparação do próximo Sínodo dos Bispos, que vai decorrer em outubro de 2014.
“Hoje perfilam-se problemáticas até há poucos anos inéditas, desde a difusão dos casais de facto, que não acedem ao matrimónio e às vezes excluem esta própria ideia, até às uniões entre pessoas do mesmo sexo, às quais não raramente é permitida a adoção de filhos”, destaca o texto preparatório da assembleia sinodal extraordinária, convocada pelo Papa para debater, entre 5 e 19 de outubro, os “desafios pastorais da família no contexto da evangelização”.
O texto foi acompanhado por um questionário com 38 perguntas para promover uma consulta alargada às comunidades católicas sobre as principais questões ligadas à família e ao casamento.
O porta-voz da Conferência Episcopal Portuguesa, padre Manuel Morujão, disse à Agência ECCLESIA que milhares de portugueses responderam ao inquérito e que as propostas resumidas e enviadas para o Vaticano vão na linha de “uma maior compreensão para os casos difíceis da família”.
O Sínodo dos Bispos dedicado ao tema da família vai ter duas assembleias gerais, uma extraordinária em outubro de 2014 e outra ordinária em outubro de 2015.
O documento preparatório foi divulgado pela Santa Sé no dia 5 de outubro de 2013 e está disponível desde então para leitura e download no site da ECCLESIA.
O caminho para o Sínodo começa com a escolha do tema e da data do encontro, seguindo-se a publicação de um documento preparatório (‘lineamenta’), habitualmente acompanhado por um questionário enviado pela Secretaria Geral do Sínodo dos Bispos a cada Conferência Episcopal, que o distribui às dioceses.
Após esta fase, é redigido um instrumento de trabalho (‘instrumentum laboris’) para a assembleia sinodal propriamente dita.
O Sínodo dos Bispos pode ser definido, em termos gerais, como uma assembleia consultiva de representantes dos episcopados católicos de todo o mundo, a que se juntam peritos e outros convidados, com a tarefa ajudar o Papa no governo da Igreja; até hoje houve 13 assembleias gerais ordinárias e duas extraordinárias.

Ecclesia

Autor: PastoralFamiliar

Compartilhar esta matéria no

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.