Papa Francisco completa dois anos como bispo de Roma

papa Francisco e Nossa Senhora AparecidaO primeiro papa latino-americano da história completa dois anos de pontificado. Jorge Mario Bergoglio foi eleito no dia 13 de março de 2013, assumindo a direção espiritual de mais de 1,2 bilhões de católicos. Por onde passa, arrasta multidões. Sob o nome de Francisco e focado na simplicidade, o novo papa não demorou a ganhar o título de uma das personalidades mais carismáticas do mundo.

Em um momento de crise econômica mundial, os gestos simples do papa e o cuidado com os pobres e idosos conquistaram os católicos. A partir de seu pontificado, é possível ver fiéis abrindo as portas para o acolhimento e o diálogo com grupos excluídos da sociedade.

Neste ano, o pontífice enfrenta dois desafios: a reforma da Cúria, projeto lançado ainda em 2013; e a resposta aos desafios da família moderna e sua evolução, com o Sínodo dos Bispos, que será realizado em outubro, no Vaticano.

Sobre o Papa

“Nós achamos que a escolha (no conclave) não foi só nossa, mas que os cardeais foram muito inspirados pelo Espírito Santo. Comemoramos dois anos da eleição do papa Francisco, pastor universal da Igreja e bispo de Roma. Rogamos à Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil e nossa mãe, que continue a abençoar e proteger nosso querido papa em sua missão de pastor à serviço de toda Igreja”, disse o arcebispo de Aparecida (SP) e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), cardeal Raymundo Damasceno Assis, durante entrevista coletiva à imprensa nesta quinta-feira, 12, concedida ao final da reunião do Conselho Permanente da Conferência.

Dom Damasceno recordou ainda o carisma de Francisco. “Vemos que o papa está respondendo às necessidades da Igreja no mundo atualmente, haja visto a simpatia com que é acolhido por onde passa, o carinho com que é recebido, sua maneira informal de se aproximar das pessoas e sua capacidade de comunicação”, afirmou o arcebispo.

Ao final ressaltou a maneira transparente com que Francisco trata sobre diversas questões, mesmo internas. “São marcas do governo do papa Francisco e corresponde às necessidades da sociedade de um modo geral, no momento em que vivemos”, concluiu.

Com informações da CNBB.

Autor: PastoralFamiliar

Compartilhar esta matéria no

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.