Página da Pastoral Familiar dá início às transmissões ao vivo de oração e formação

Na noite deste domingo, 22, de março, a página da Pastoral Familiar no Facebook deu início às transmissões ao vivo que vão oferecer momentos de oração e formação às famílias que estão em isolamento domiciliar por conta da pandemia de covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. É um “espaço virtual para manter juntos a fé através da oração”, como disse o assessor da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da CNBB e secretário executivo da Comissão Nacional da Pastoral Familiar, padre Crispim Guimarães.

Aos domingos, Hora da Vida; nas terças-feiras, Hora da Família. Sempre às 21 horas com dom Ricardo Hoepers, bispo de Rio Grande (RS) e presidente da Comissão para a Vida e a Família da CNBB. A programação, iniciada ontem, tem um itinerário de temas até o dia 28 de abril.

Hora da Vida

No primeiro encontro, no último domingo, dom Ricardo Hoepers iniciou com um momento de adoração ao Santíssimo Sacramento, rogando pela vida e colocando a intenção das vítimas do novo coronavírus. Dom Ricardo ressaltou que o momento de oração e formação “faz bem para a saúde do corpo e da alma”.

A reflexão foi sobre o tema “Não matarás” abordando a importância de defender a vida, dom de Deus. Por meio da Bíblia, do Catecismo e de outros materiais, como o texto-base da Campanha da Fraternidade 2020, com o tema “Fraternidade e vida: dom e compromisso”, dom Ricardo desenvolveu a reflexão que favoreça melhor conhecimento dos agentes de pastoral e pessoas interessadas.

Reveja a Hora da Vida do dia 22 de março.

Terço

Nesta segunda-feira, foi um momento de oração com as intenções apresentadas pelo padre Crispim Guimarães, direto da capela da casa paroquial da catedral de Dourados (MS), e também pelas pessoas que acompanharam a transmissão ao vivo e colocaram seus pedidos nos comentários, alguns deles lidos pelo padre Crispim.

“A grande intenção nesses dias é pedir a Deus que una as nossas famílias nas nossas casas, sobretudo, através da oração, que seja um tempo para a gente aprofundar a nossa fé através da leitura e meditação da Sagrada Escritura, que ajude com que as famílias possam criar laços mais profundos, porque vivemos em um mundo em que o corre-corre é uma característica. Que neste tempo, Deus proporcione a cada um e a cada uma essa oportunidade de se voltar para si, para a família e sobretudo para Deus”.

O terço será sempre nas segundas e quintas-feiras, às 15 horas.

Padre Crispim e padre Rubens dos Santos no terço desta segunda-feira

Neste período de quarentena e isolamento domiciliar para muitas famílias em todo o país, na busca de prevenir a disseminação do novo coronavírus, será necessário “ter muita paciência e muita capacidade de resiliência”, segundo padre Crispim, “porque vamos ter que nos defrontar conosco, cada um consigo” e também com as pessoas da família. A oração vai favorecer “sair desse momento mais fortalecido”.

Padre Crispim também pediu pelos governantes, para que “tenham serenidade, espírito cidadão para que possam fazer as coisas pensando no bem da população, especialmente na população mais pobre, que é aquela que, quando a pandemia realmente tomar proporções maiores, vai ser a que mais vai sofrer”.

De forma muito especial, foram lembrados os profissionais de saúde: “para que Deus possa fortalecer cada um, cada uma, é um trabalho desafiador, são os que mais estão expostos à doença e são aqueles que podem nos proporcionar essa oportunidade de encontrar a saúde”. Também os cientistas “que, no mundo inteiro, através de seus projetos, estão trabalhando para que se encontre um remédio, uma vacina adequada para erradicar o vírus do nosso meio”.

Reveja o terço desta segunda-feira.

https://www.facebook.com/PastoralFamiliarCNBB/

Autor: Pastoral Familiar

Compartilhar esta matéria no

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.