Associação inaugura Centro de Referência de Defesa da Vida, no DF

Um novo espaço para acolhimento, assistência psicológica e promoção humana fruto da providência divina e da solidariedade. Este é o Centro de Referência de Defesa da Vida inaugurado pela Associação Santos Inocentes, em Samambaia, região administrativa do Distrito Federal, na sexta-feira, 6 de março.

A imagem pode conter: pessoas sentadas, planta, área interna e atividades ao ar livre

A cerimônia com a presença dos missionários leigos que deram início à obra recebeu benfeitores, famílias atendidas, autoridades e dois sacerdotes: padre Crispim Guimarães, assessor da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e secretário executivo da Comissão Nacional da Pastoral Familiar (CNPF); e o padre Luiz Augusto Araújo, pároco da paróquia Imaculado Coração de Maria, na região administrativa do Park Way, também no DF, na arquidiocese de Brasília (DF).

Presidente da Associação, Areolino França | Foto: Luiz Lopes Jr/CNPF

O presidente da Associação Santos Inocentes, Areolino Dias França, ressaltou a atuação da instituição na proteção da primeira infância e assistência às mulheres em situação de vulnerabilidade e que pensam em fazer um aborto.

“A criação desse centro de referência foi um desafio não só pessoal meu como missionário e da minha equipe de trabalho, mas de todos os pró-vida do Brasil que acreditam que a vida é um dom inviolável e que tem que ser respeitada”, afirmou Ari, como é chamado pelos parceiros de associação. O gestor da instituição ressaltou a necessidade de serem criadas fontes e mecanismos para que a vida tenha seu espaço respeitado.

A Associação Santos Inocentes realiza intervenções diretamente contra o aborto na casa de acolhimento, com acolhida e oferta de atendimentos às gestantes, além de possibilitar atenção às crianças na creche mantida essencialmente por meio de doações e beneficiada com trabalho voluntário.

“E este Centro de Referência é um meio para que alcancemos o sucesso que nós precisamos. Nosso trabalho começa com o convencimento, mas não adianta convencer se você não tem nada a oferecer para estas mulheres que já vem de uma miséria humana muito grande, de uma necessidade muito grande de serem entendidas e acolhidas no momento em que elas estão gestantes e sozinhas. Esse é o papel da Santos e Inocentes”, afirmou Ari.

O assessor da Comissão para a Vida e a Família da CNBB, padre Crispim Guimarães, foi convidado a falar aos participantes da cerimônia de inauguração do espaço e manifestou alegria ao ver o “trabalho bonito de pessoas simples” no local que 156 dias antes carecia de muitas intervenções de limpeza e reformas. “A gente vê que a simplicidade pode salvar o mundo. Não são os grandes, os poderosos que fazem tudo, mas aqueles que realmente tem amor à vida, porque têm amor a Deus, que podem realmente realizar tanto bem”, disse.

Padre Crispim Guimarães | Foto: Luiz Lopes Jr/CNPF

O secretário executivo da CNPF deixou o agradecimento da Comissão para a Vida e a Família e salientou que a divulgação deste tipo de iniciativa pode incentivar outras tantas Brasil afora.

“A vida é um dom precioso, nós precisamos cuidar dela em todas as instâncias, por isso nós agradecemos em nome da nossa comissão. Porque, realmente, percebemos que aqui tem o dedo de Deus. Obra começada especialmente por pessoas simples que sentiram necessidade de auxiliar aquelas pessoas que estão numa sociedade que valoriza muito mais a cultura da morte do que a cultura da vida. Nós, como aqueles que acreditamos no Deus da vida, devemos trabalhar sempre para que a vida encontre seu lugar e ela seja sempre colocada no primeiro lugar da pauta das nossas reflexões”, disse padre Crispim.

Investir na vida

Ao final de sua fala, incentivou a colaboração e o “investimento na vida”, ações que fazem bem aos que são cuidados, mas também transformam os corações dos benfeitores.

“Quando a gente se envolve com causas como esta, nós começamos a perceber que a nossa vida tem um outro sentido. Por isso invistam também na obra com seu tempo, talvez com seus poucos recursos, com as suas orações para que trabalhos como esse dos Santos Inocentes, que certamente intercedem por vocês no Céu, possam fazer tanto bem ao nosso país e a esta localidade”.

Padre Crispim Guimarães

Mobilização paroquial

Padre Luiz Gustavo de Araújo, pároco da paróquia Imaculado Coração de Maria, foi um dos principais colaboradores para a obra, uma vez que envolveu a comunidade paroquial pedindo doações e mobilizando ajudas, como a do engenheiro Marcos Vieira, que acreditou na “loucura” de Areolino com o projeto de construção e colaborou doando seus conhecimentos profissionais. O sacerdote abençoou o local e disse aos missionários leigos que “quem salva uma alma tem a sua salva”, recordando a luta contra o mal do aborto.

Agradecido pelo padre, o engenheiro Marcos contou que durante uma missa padre Luiz falou da necessidade de ajudar a Associação Santos Inocentes em Samambaia. O nome marcou Vieira, que recordou uma homilia na qual o padre explicara a perseguição de Herodes que visava matar o Menino Jesus e tirou a vida das crianças até dois anos. Segundo o engenheiro, os empresários, como ele, precisam “sair da nossa zona de conforto para olhar o próximo”.

Padre Luiz Augusto e engenheiro Marcos Vieira | Foto: Luiz Lopes Jr/CNPF

Marcos conheceu o local e perguntou ao presidente da associação como ele iria fazer a reforma do espaço para a construção do centro de referência. A resposta: pela graça. Junto com padre Luiz, chegou à conclusão: “não tem como isto estar de pé se não for milagre de Deus, não tem como esta obra acontecer se não for a vontade de Deus”. A paróquia fez campanhas junto com a comunidade, que se mobilizou.

Também o advogado Paulo Fernando, que atua no movimento pró-vida Brasil Sem Aborto e é secretário nacional do idoso adjunto do Ministério da Mulher da Família e dos Direitos Humanos, falou na cerimônia, lembrando da relevância do trabalho de proteção da vida e as iniciativas governamentais em sintonia com as ações da associação em defesa da vida.

Cuidado com as duas vidas

Uma das fundadoras da associação, Lucimar Rodrigues Nunes, ressaltou que o primeiro serviço oferecido pela instituição é a defesa da vida: “salvar as crianças e as mães do mal do aborto”, a partir daí as ofertas de pediatria, psicologia adulta e infantil, serviço social e atendimento odontológico, que poderá ser possível no novo espaço.

A missionária leiga salienta a atenção às mães que pensam em praticar o aborto: “As nossas mães são muito importantes. Nós fazemos tudo o que está ao nosso alcance para ela ter essa rede de proteção, que é buscar para elas tudo aquilo que ela tem direito via governamental, como atendimento hospitalar, moradia, de tudo aquilo que é uma necessidade e que a realidade delas não oferecia”.

A imagem pode conter: 1 pessoa, close-up
Lucimar Rodrigues Nunes

Lucimar recorda casos de pessoas em situação de rua ou de drogadição, que é abandonada pela família, que sofre violência às vezes pelo próprio esposo porque ficou grávida e ele não queria mais ter filho e queria que abortasse. A associação trabalha para que essas mulheres possam mudar essa vida por meio de direcionamento, na tentativa de levá-las ao mercado de trabalho: “Precisamos de parcerias, de pessoas que acreditem na mudança dessas mulheres porque elas mudam. A partir do momento que encontram alguém que realmente está do lado, que realmente ensina para elas o que é ser família, o que é ser mulher de verdade, se valorizar, elas mudam de vida. Então a gente precisa acreditar nessas mães”.

Homenagem

Durante a cerimônia, foram homenageadas duas crianças que morreram em um incêndio numa casa da região. Adryan Herinque Pereira e Kyara Pereira eram atendidos pela creche da associação e seus nomes foram dados a espaços do Centro de Referência de Defesa da Vida. As crianças da instituição cantaram “Mãezinha do Céu” e soltaram balões brancos, emocionando os presentes.

Crianças foram homenageadas | Foto: Luiz Lopes Jr/CNPF

Para ajudar na associação, acesse a página da Santos Inocentes e veja a melhor forma.

Autor: Pastoral Familiar

Compartilhar esta matéria no

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.