No Hora da Vida, partilha sobre situação de Manaus durante pandemia

O Hora da Vida deste domingo, 17 de maio, foi de partilha e reflexão sobre a realidade durante este tempo de pandemia do novo coronavírus. A convidada para o bate-papo foi a irmã Maria Couto, Missionária do Santo Nome de Maria e psicóloga que voltou a Manaus (AM) para atuar no trabalho pastoral.

Na capital amazonense, a religiosa já atuou com jovens, animação vocacional, Pastoral Familiar e Encontro de Casais com Cristo. No retorno, deparou-se com as urgências causada pelo novo coronavírus.

“A situação em Manaus é tensa e intensa, a realidade de saúde já era bem frágil e com o vírus ficou mais delicada”, pontuou. A religiosa afirmou que nas últimas semanas ocorriam entre 140 a 150 sepultamentos. “As famílias não conseguem nem se despedir, nem fazer um velório”, cenário que desafia profissionais da psicologia na oferta de acompanhamento das pessoas diante da “situação de muita dor, de muito sofrimento”.

Irmã Maria também partilhou sobre o papel da Pastoral Familiar neste contexto. Ressaltando a importância da pastoral, recordou que as famílias estavam em um ritmo bastante intenso “de pouco estar em casa”. A exigência de isolamento social como principal meio de prevenção ao novo coronavírus proporcionou um “reaprender a estar em casa, a conviver”.

É nesta realidade que a Pastoral Familiar deve estar pronta a oferecer “acompanhamento de incentivo, de cuidado”, mesmo a distância, favorecendo a compreensão de como reaprender a viver em família em uma realidade em que “estávamos convivendo ou se suportando”. Este atendimento, deve ser desenvolvido com as ferramentas disponíveis, como as mídias sociais e o telefone para ligar, saber como as famílias estão e também oferecer força: “toda fala positiva vai ajudar”.

A religiosa também chamou atenção para este momento, que é de “voltar-se para dentro de si mesmos”: “As relações estão complicadas porque não sabemos lidar conosco mesmos. Quando eu não aceito aquilo que é meu, preciso transferir para alguém e nós vivemos um momento que a gente vai achando culpados para tudo”.

Confira a live na íntegra:

https://www.facebook.com/PastoralFamiliarCNBB/videos/249789406137069/

Autor: Pastoral Familiar

Compartilhar esta matéria no

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.