Senado da Argentina rejeita lei de despenalização do aborto
ago09

Senado da Argentina rejeita lei de despenalização do aborto

Nesta madrugada, em uma sessão histórica que durou 16 horas, o Senado da Argentina rejeitou o projeto do aborto livre. Dos 72 senadores, 38 votaram contra a despenalização do aborto, 31 votaram a favor, dois se abstiveram e houve uma ausência. O projeto de lei buscava permitir o aborto livre até a 14ª semana de gravidez e até os nove meses de gestação em casos de violação, de risco à saúde da mãe e inviabilidade do feto. Além disso,...

Leia mais